Cadastre-se

Para realizar o cadastro, você pode preencher o formulário ou optar por uma das opções de acesso rápido disponíveis.

Entrar

Por favor, insira suas informações de acesso para entrar ou escolha uma das opções de acesso rápido disponíveis.

Forgot Password,

Lost your password? Please enter your email address. You will receive a link and will create a new password via email.

Captcha Clique na imagem para atualizar o captcha.

Você deve fazer login para fazer uma pergunta.

Please briefly explain why you feel this question should be reported.

Please briefly explain why you feel this answer should be reported.

Please briefly explain why you feel this user should be reported.

PergunteAqui Latest Perguntas

  • 0
Anônimo(a)

alguém se habilota a explicar como funciona esse esporte tão popular nos USA?

alguém se habilota a explicar como funciona esse esporte tão popular nos USA?

Você precisa entrar para adicionar uma resposta.

5 Respostas

  1. BEM , A REGRA E FÁCIL:VC TEM QUE COMPARAR COM O CORPO DE UMA MULHER, DIVIDINDO EM 3 BASES, 1a BASE A BOCA, 2a BASE OS SEIOS,E 3a BASE OBVIAMENTE A XOXOTA.SE VC CHEGAR LA VC VENCE. FÁCIL ,NE?caso vc pense que estu de gozacao, pergunte a qualquer americano que ele vai te dizer o mesmo.

  2. A melhor opção, como o esporte requer uma série de atenções e explicações específicas, é você acessar o Fórum Strike Out, o maior de lingua portuguesa do mundo, na seção Aulas de Beisebol – http://forumstrikeout.net/index.php?showforum=17 e ler os manuais que eles disponibilizam lá.

    Além dos tópicos fixos de introdução, regras, dicas, etc, você pode tirar suas dúvidas online, com velocidade e qualidade de resposta.

  3. 23 Setembro, 1845 – Alexander Cartwright, bombeiro de N.Y., o verdadeiro “pai” do Base-ball moderno, funda o famoso “Knickerbocker Base Ball Club of New York”. Escreveu e desenvolveu as primeiras 20 regras, as Knickerbocker rules. 19 Junho, 1846 – 1º jogo: Knickerbockers vs. New York Nine. Os New York Nine venceram os Knickerbockers por 23 a 1. A partir daqui vai dar-se o crescimento o número de clubes, primeiro em redor de Nova Iorque, alargando-se às restantes cidades e estados do Norte. E depois ao Sul e Oeste dos EUA. 1869 – “Cincinnati Red Stockings”, primeira organização profissional de Beisebol. 1871 – fundada a Associação Nacional de Beisebol Profissional. 1874 – primeira viagem à Europa de uma equipa de Beisebol. Em Inglaterra, jogos de Cricket contra equipas locais e jogos de exibição de Beisebol. Todas as partidas, incluindo as de cricket, foram ganhas pelos jogadores americanos. 1876 – fundada a “National League Professional Base Ball Clubs” – a primeira liga de clubes profissionais – oito clubes. 1888-1889 – primeira digressão mundial de duas equipas. Exibições no Hawai, Austrália, Nova Zelândia, Egipto, Itália, França e Grã-Bretanha. 1901 – fundada a “American League Professional Base Ball Clubs”, concorrente da National League.

    Paralelamente os clubes da Major League Baseball formam ligas menores (“Minor Leagues”); aparecem ligas semi-profissionais e ligas amadoras; ligas pertencentes a instituições privadas; “Negro Leagues”; e outras. 1947 – pela primeira vez, um negro americano – Jackie Robinson – assina contrato profissional (com os Brooklin Dodgers). 1992 – O Beisebol, após várias participações como modalidade de demonstração, assume, pela primeira vez, o estatuto olímpico, em Barcelona’ 1992. Cuba vence e a equipa de jogadores universitários, representante dos EUA, têm de se contentar com a medalha de bronze. 2000 – Primeira participação de jogadores profissionais de Beisebol nos Jogos Olímpicos, em Sydney. A equipa americana ganha a medalha de ouro vencendo na final a eterna rival, Cuba, por 4-0.

    [editar] Beisebol no Brasil
    Apesar de ser chamado “esporte de japoneses”, o beisebol foi trazido ao Brasil, à partir de 1850, por americanos que trabalhavam em empresas como Light, Companhia Telefónica, Frigorífico Armour e funcionários do Consulado dos Estados Unidos. Relatos afirma que as partidas de beisebol organizadas pelo Mackenzie College, em 1910 atraiam mais público que os jogos de futebol. Diversas equipes de beisebol surgiram entre os anos 10 e 20, todas ligadas a agremiações de funcionários de empresas norte-americanas. Nos anos 20 houve uma liga amadora comandada por um funcionário da companhia telefônica.

    A influência japonesa no beisebol brasileiro começou à partir de 1908, quando o navio “Kasato Maru” trouxe os primeiros imigrantes japoneses. Os primeiros equipamentos para a prática do esporte foram trazidos pelo Sr. Samejima nesta viagem. O primeiro time da colónia japonesa foi criado em 1918 pelo japonês Kenji Sassawara e chamava-se Mikado. Sassawara jogou primeiramente nos times americanos até ser incentivado pelo consul do Japão, Sado Matsumura, a montar uma equipe para a Colônia.

    O impacto da vinda dos imigrantes japoneses foi grande, transformando os anos de 1925 à 1938 a primeira “era de ouro” do beisebol nacional. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial e a proibição de reunião pública e uso de lingua e costumes por parte dos imigrantes oriundos dos países do eixo, o beisebol tem um intervalo até 24 de setembro de 1946 com a fundação da Federação Paulista de beisebol.

    Com o desenvolvimento do esporte, principalmente no interior de São Paulo, onde os imigrantes japoneses trabalhavam em fazendas, foram sendo organizados torneios. Estes times foram a base para a fundação de uma federação, comandada pelo jornalista da Gazeta Esportiva Olimpio da Silva e Sá, seu primeiro presidente e que esteve a frente da entidade por 17 anos.

    Diversos times, alguns apoiados por clubes tradicionais da cidade, como o Espéria surgiram e com a construção do Estádio Municipal de Beisebol do Bom Retiro (Mie Nishi). O estádio foi o primeiro campo de beisebol construídopor uma administração pública na América Latina.

    Entre os anos 60 e 70 seleções de países como Japão, EUA, Itália, Panamá, Venezuela visitaram o país, que impulsionadopor times semi-profissionais bancados por empresas de origem japonesa no Brasil ampliaram a prática do esporte.

    A falta de cobertura da mídia por considerar o baseball “um esporte de colônia” e a perda de patrôcínio das equipes semi-profissionais no fim dos anos 70 e 80 diminuiram o número de praticantes adultos no esporte, que por falta de incentivo interrompiam carreias como jogadores para trabalhar. Outro grande problema que fez com que diminuísse a prática de baseball no país foram as migrações de “dekasseguis” para o Japão em busca de melhores empregos.

    Este cenário ainda hoje repete-se com a diferença que muitos jogadores tentam sua sorte nas ligas profissionais do Japão e EUA em busca de dinheiro e sucesso. Porém nas categorias de base, o Brasil tem apresentado bons resultados.

    Os brasileiros conquistaram dois títulos mundiais, o da categoria infantil (até onze anos), em 1990, no Japão, e o de juniores (quinze e dezesseis anos), em Londrina, no ano de 1993. O brasileiro Douglas Guen Matumoto foi considerado o melhor jogador defensivo nessa competição e a “promessa do ano”.

    Os principais estádios de basebol do Brasil ficam em Londrina (Estádio Takeshi Sugeta) e em São Paulo (Estádio Mie Nishi). O Estádio Mie Nishi têm capacidade 2.500 pessoas. O Estádio de Londrina pode receber o dobro de público. Ainda existe um outro Complexo Beisebolístico de relevância no país. No município de Ibiúna, aproximadamente a uns 55 km da cidade de São Paulo, o Complexo Beisebolístico da Yakult, sob gerência da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol. Este Complexo possui três campos oficiais de basebol, uma quadra poliesportiva, uma piscina semi olímpica, refeitório e alojamentos.

    [editar] Beisebol Universitário no Brasil
    O Primeiro Campeonato Universitário de Beisebol no Brasil, foi realizado no ano de 1957. Organizado pela FUPE – Federação Paulista Universitária de Desporto, teve a participação de diversas equipes, entre elas, podemos citar as equipes das associações atléticas da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, Arquitetura Mackenzie, FAAP, Engenharia Mackenzie, Medicina Pinheiros – USP, Odontologia – USP, Engenharia UNICAMP, FEA – USP, Farmácia – USP, Medicina USP Ribeirão Preto, Politécnica – USP, Medicina – UNIFESP e Medicina – ABC. Atualmente o beisebol universitário é um meio de difundir o esporte no Brasil, principalmente entre os não descendentes de orientais. Muitos começam a ter o primeiro contato com o beisebol somente na faculdade.

    [editar] Ligações externas
    Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol

    Associação de Beisebol e Softbol de Belo Horizonte

    CUBS – Comissão Universitária de Beisebol e Softbol

    Fórum Strike Out

    [editar] Beisebol em Portugal
    O Beisebol começou a ter expressão em Portugal a partir dos finais dos anos 1980. Como influência Americana, como encontro de amigos, como prática comunitária de cidadãos de naturalidade estrangeira (filhos de ex-emigrantes portugueses, na sua maioria da Venezuela) ou como experiências escolares de diversificação dos padrões lúdicos e desportivos tradicionais, o facto é que o Beisebol apareceu entre nós, criou raízes e se apresenta, neste momento, como um projecto, no mínimo, exequível e de futuro.

    Assim, apareceu a Federação Portuguesa de Beisebol e Softebol (F.P.B.S.), que, de então para cá, tem desenvolvido todo um esforço organizativo interno, de enquadramento e formação de praticantes, clubes, núcleos escolares, treinadores, árbitros e anotadores. Tem, também, orientado a sua acção no sentido de responder às exigências do novo quadro legislativo, tendo adquirido em 1997 o estatuto de utilidade pública desportiva.

    Em 2003 o Beisebol e o Softebol passaram a fazer parte do Programa Nacional de Educação Física do Ministério da Educação.

    Em 22 de Julho de 2006 foi inaugurado o primeiro campo oficial de Beisebol, na cidade de Abrantes. [1]

    [editar] Ligações externas
    [2]

    [editar] A bola

    Bola de basebolA vida útil de uma bola de basebol, em média, numa partida profissional é de sete lançamentos. Nos campeonatos oficiais dos Estados Unidos, são utilizadas 600 mil bolas por ano. No Brasil, utilizam-se 30 mil bolas de borracha (até a categoria infantil) e 25 mil de couro (juniores, juvenis e adultos) por ano.

    [editar] O taco
    O taco tem formato cilíndrico e pode ser feito de alumínio (amadores) ou madeira (profissionais). Presentemente, a tendência é generalizar a utilização dos tacos de madeira nas ligas de élite, uma vez que esses são os tacos homologados para todas as grandes competições internacionais de seniores.

    Um taco pesa entre 850 gramas e um quilo, tem tamanho máximo de 1,06 metros (o padrão é 81,3 e 81,9 cm) e diâmetro de sete centímetros na extremidade mais grossa.

    Receber uma pancada forte com um taco de basebol equivale a ser atingido por um tijolo arremesado do vigésimo andar de um edifício ou a levar nove socos seguidos de Mike Tyson.

    [editar] Regras
    Imagem:Beisebatedor.jpg
    Batedor de BasebolCada equipe ataca e defende alternadamente. A equipa que defende entra em campo com nove jogadores. A que ataca, logo de início, conta com apenas um, o batedor. Todos os jogadores da equipa atuam como batedores, um por vez, numa seqüência estabelecida pelo técnico antes do início da partida – a ordem de batimento ou line-up.
    A partida é disputada em nove innings (ou nove entradas). Um inning é formado por um turno de ataque e um de defesa, para cada equipa. A equipe visitante tem o direito de começar o ataque. A mudança acontece quando a equipa que está defendendo consegue eliminar três atacantes adversários (batedores e/ou corredores).
    Não existem empates. Se ao final dos nove innings, o jogo estiver empatado, innings extra vão sendo acrescentados até o desempate.
    Se o batedor não conseguir completar as quatro bases na mesma jogada, ele pára naquela que tiver alcançado e um novo batedor entra na partida. O batedor anterior é agora chamado de corredor e continua na tentativa de completar as bases.
    Uma equipa consegue anotar uma corrida (marcar um ponto) quando um corredor consegue percorrer o quadrado (diamond) formado pelas quatros bases. A corrida para as bases começa logo quando o batedor devolve a bola arremessada pelo lançador (pitcher) dentro da área de jogo. O batedor corre até que um defensor consiga devolver a bola para algum de seus companheiros que ficam posicionados junto as bases.
    O batedor também consegue um ponto quando manda a bola, de forma válida, para fora do campo de jogo (home run).
    Um batedor é eliminado quando o lançador lança três bolas correctamente e ele não as consegue bater. Lançamento correcto é aquele que chega ao batedor no espaço entre o joelho e as axilas, com uma largura de 48,18 centímetros (correspondente à casa-basa),formando assim um rectângulo imaginário chamado de zona de batimento ou strike zone. Quatro lançamentos fora da zona de batimento colocam o batedor automaticamente na primeira base – base por bolas.
    O batedor também é eliminado quando: um dos defensores pega a bola batida antes que ela caia no chão; quando os defensores conseguem chegar à base em disputa com a bola, antes do atacante; ou quando um defensor toca o atacante com a bola antes que ele alcance uma base.
    Home run é o nome da jogada em que o batedor bate a bola para fora dos limites do campo e consegue completar as quatro bases na mesma jogada. Há também o inside-the-park home run, jogada em que o batedor consegue percorrer as quatro bases em apenas uma rebatida – dentro do campo.
    Called game é quando o jogo termina se a diferença for de quinze pontos no quinto inning ou de dez pontos no sétimo inning.

    [editar] World Series
    Existem duas ligas de beisebol dentro das “Grandes Ligas” americanas: a Liga Nacional, criada em 1876, e a Liga Americana, criada em 1901. Em 1969, o Canadá entrou no circuito. O vencedor de cada uma delas disputa a World Series, o campeonato, em Outubro.

    Em 2001, a operação das Grandes Ligas foi interromptida devido aos ataques de 11 de setembro. O World Series de 2001 foi o primeiro, e até hoje o uníco, a ser disputado em novembro.

    [editar] Greves no basebol americano
    A primeira greve no basebol americano foi em 1981, a greve durou cinquenta dias e a temporada ficou sem 712 jogos.

    Em 1994 depois de uma greve de 34 dias, os organizadores cancelaram o campeonato desse ano. Os profissionais se consideravam mal pagos com o piso de 109 mil dólares anuais (9.083 dólares por mês). Pleiteavam aumento para 200 mil dólares

Perguntas Relacionadas