Cadastre-se

Para realizar o cadastro, você pode preencher o formulário ou optar por uma das opções de acesso rápido disponíveis.

Entrar

Por favor, insira suas informações de acesso para entrar ou escolha uma das opções de acesso rápido disponíveis.

Forgot Password,

Lost your password? Please enter your email address. You will receive a link and will create a new password via email.

Captcha Clique na imagem para atualizar o captcha.

Você deve fazer login para fazer uma pergunta.

Please briefly explain why you feel this question should be reported.

Please briefly explain why you feel this answer should be reported.

Please briefly explain why you feel this user should be reported.

PergunteAqui Latest Perguntas

  • 0
Anônimo(a)

O que acontece com as crianças que não são adotadas?

Pois hoje, está tão chique adotar, que escolhem idade, sexo, cor de pele e olhos…, e as outras que não têm o que os ” papais necessitados de filhos perfeitos” querem em uma criança?

Você precisa entrar para adicionar uma resposta.

12 Respostas

  1. Sei que as crianças que ficam em casas transitórias e que não são adotadas, quando passam de 15 anos vão para a Febem.
    Um absurdo, né?!

  2. AS COITADINHAS QUE NÃO SÃO ADOTADAS PERMANECEM NOS ABRIGOS E ASILOS ATÉ SE TORNAREM ADULTAS OU APARECER ALGUÉM QUE AS ADOTEM ! NO BRASIL EXISTE UMA BUROCRACIA MUITO GRANDE IMPOSTA ÀS PESSOAS QUE PRETENDEM ADOTAR UMA CRIANÇA , SABIA ? ISTO DIFICULTA E MUITO O PROCESSO DE ADOÇÃO !*

  3. Sissi,infelizmente as crianças que não são adotadas,quando fazem 18 anos tem que sair da creche.
    As que tem equilíbrio mental bom ,vão para um albergue da prefeitura e começam a batalhar por um emprego,as assistentes sociais da creche em que eles ficaram dão um mãozinha.
    Agora a grande maioria ,vai para a rua,aonde começa sua vida de criminalidade.
    É uma pena ,mas o que acontece neste nosso Brasil e isto.
    Luz no seu caminho.Abraços,

  4. Temos ali um ninho para cria de futuros marginais. Um programa de estudos técnicos e profissionalizantes que os envolvessem já resolveria grande parte do problema. No entanto o que mais fazem além de tomarem banho e colocarem roupinhas bonitas em dia de visitas. Estaria ai um bom campo para as indústrias e o comércio mostrarem realmente suas finalidades voltando-se para esse setor e procurar ajudar de todas as formas. O que gastam hoje com segurança, lucrariam amanhã com cidadãos formados e prontos para o trabalho e não para a marginalidade. A única atitude para acabar de vez com marginais e através da educação….

  5. Elas continuam morando no orfanato ou instituição até completarem 18 anos, á partir desta idade, eles infelizmente tem de se cuidar sozinhos, pois o governo brasileiro não dá suporte á elas.

  6. Sou coordenadora de creche aqui, tem crianças de todo jeito mas tem suas famílias as crianças ficam aqui enquanto as mães estão no trabalho. Mas a realidade é que as crianças q não são adotadas ficam em instituições e saem de lá aos 18 anos e só Deus sabe o futuro delas.
    pra se ter uma idéia, após alguns conselhos decidi entrar na fila de adoção aqui no fórum da minha cidade, vamos enfrentar a burocracia pois apesar de cuidar dessas 140 crianças de 0 a 7 anos, sou casada há 15 anos e não tenho filhos e o meu maior sonho é ser chamada de mãe.
    você fez uma pergunta feliz tomara que alguém leia faça cumprir o Estatuto da Criança e adolescente lei 8069 de 13 de julho de 1990.
    um beijo e torça por mim

  7. O QUE É ERRADO . Mas os que não são adotado quando ficam de maior idade saem para começar sua propria vida .É Pouco mas difícil mas muitos se dão bem.

  8. Pelo que sei, ficam na instituição até completar 18 anos, depois vão viver suas vidas de solidão, infelismente isso acontece aki no Brasil!

  9. Não podemos criticar quem adota crianças perfeitas, porque a maioria das pessoas não adota nem as perfeitas, nem as que tem problemas.

    A adoção sempre é um ato de amor muito bonito, um filho que a pessoa tem conscientemente e deseja muito.

    Pessoas muito especiais adotam crianças com problemas de saúde, às vezes muito sérios e passam a dedicar sua vida ao cuidado da criança.

    Infelizmente a realidade mostra que milhares de crianças passarão sua infância em abrigos, sem nunca terem tido uma família. Quando completam 18 anos, tentam se virar como podem fora dos orfanatos.

Perguntas Relacionadas